Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Pedido de impeachment de Lula bate recorde de assinaturas

Apresentado por Carla Zambelli, pedido acusa Lula de 'expor a República ao perigo da guerra' e conta com 130 assinaturas
O pedido chegou a 130 assinaturas
O pedido chegou a 130 assinaturas - Foto: Ricardo Stuckert

Nesta terça-feira (20), a deputada federal Carla Zambelli (PL) apresentou um pedido de impeachment do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por conta da crise diplomática vivida com Israel. O pedido chegou, na manhã desta quarta-feira (21), a 130 assinaturas, batendo o recorde de mais adesões a uma deposição na história do parlamento brasileiro.

O recordista anterior era o que deu origem à queda de Dilma Rousseff (PT), em 2016, que teve 124 assinaturas.

De acordo com o documento, o presidente Lula cometeu crime de responsabilidade ao comparar os assassinatos de mulheres e crianças cometidos pelo exército israelense na Faixa de Gaza com o Holocausto. A tese é de que Lula feriu o artigo 5° da Constituição Federal, que diz: “São crimes de responsabilidade contra a existência política da União: 3 – cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade”.

A maior parte das assinaturas vem, como já esperado, do PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, mas também houve adesão de parlamentares filiados a partidos da base do governo.

Mesmo com a grande mobilização da oposição, analistas políticos apontam uma baixíssima probabilidade de o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), aceitar o pedido.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta